Segunda-feira, 19/08/2019. Bom dia. Seja Bem-vindo(a)!

Nove candidatas disputam o trono de Soberanas do Município de Três Palmeiras

21/05/2019

Luciana F. Colares*

A Escolha das Soberanas da 12ª Feicat de Três Palmeiras movimentará o município no dia 25 de maio. Durante um jantar, que será realizado no Salão Paroquial, nove candidatas concorreram ao título de Rainha, Primeira e Segunda Princesa. Além do desfile tradicional, as candidatas passaram por outras provas durante toda a etapa do concurso, dentre elas a venda de mais ingressos para o jantar, a gravação de um vídeo de apresentação e convite para ao evento, um discurso, beleza, simpatia e desenvoltura na passarela.

Conheça abaixo, um pouco mais sobre cada candidata:

Anaires Pessini Echer, 18 anos, é natural de Ronda Alta, filha de Olcinei Pedro Echer e Viviane Pessini, atualmente está cursando Ciências Biológicas na Unochapecó. Das coisas que mais gosta no município são a simplicidade e a simpatia dos moradores, pois são estes que fazem Três Palmeiras um lugar agradável e bom de viver.

Para Anaires é uma oportunidade incrível e uma experiência de vida nova, participar da escolha das soberanas, pois está aprendendo muito com a experiência e também poder entender como é a responsabilidade de alguém que é porta voz do município.

Eduarda Roberta Schneider Ferreira, 18 anos, é natural de Nonoai, filha de Joraci Ferreira e Leonice Bernardes Schneider. Possui ensino médio completo, e está fazendo cursinho no Garra Pré Vestibular de Passo Fundo.

Dentre as coisas que mais gosta no município são a tranquilidade que oferece, a cordialidade que as pessoas se tratam e os projetos para adolescentes e jovens que estão em andamento. Segundo Eduarda, é gratificante e uma honra ter a oportunidade de concorrer a soberana no município, e que se for eleita fará o seu melhor para bem representar Três Palmeiras.

Fernanda Milena Beutler, 17 anos, natural do município de Nonoai, filha de Argildo Arglio Beutler e Vera Maria Beutler. Está cursando Ciências Contábeis na Unochapecó e o que mais lhe chama atenção no município é a hospitalidade e a solidariedade do povo.

A candidata Fernanda, comenta que como muitas jovens do município, sempre teve vontade de participar da escolha das soberanas. “Esse ano recebi o convite, do qual me senti muito feliz e honrada. Para mim, as expectativas são as melhores e ter a chance de representar a cidade onde cresci e vivo até hoje, é um orgulho e uma responsabilidade muito grande, mostrar a beleza e a nossa tradição por onde for”, destaca Fernanda.

Gabrieli Bombana Bueno, 18 anos, é natural de Ronda Alta, filha de Paulo Oliveira Bueno e Loivani Bombana Bueno. Atualmente está cursando Ciências Contábeis na Unochapecó. A simplicidade das pessoas e a possibilidade de estar próximo um dos outros e também da natureza é o que mais gosta no município.

Gabrieli se sente honrada e ao mesmo tempo gratificada pela oportunidade de demonstrar o afeto que possui pelo município onde vive, mas entende que é necessário muita responsabilidade e comprometimento para a função de soberana. Se caso escolhida, está disposta a cumprir o seu papel da melhor forma possível.

Hellen Schuster, 18 anos, é natural de Ronda Alta, filha de Marcos Aurélio Schuster e Carlinda Maria Flerique. Acadêmica de Letras na Universidade Federal da Fronteira Sul, Hellen afirma que Três Palmeiras encanta todos que a visitam pela sua hospitalidade e por nunca esquecer suas raízes culturais.

“Estar participando do concurso é uma enorme experiência de conhecimento, ter a oportunidade de representar o município onde cresci é uma honra, pois poder transmitir a cultura e as potencialidades locais é gratificante” ressalta Hellen.

Jeniffer Eduarda Ferneda, 17 anos, natural de Rondinha, filha de Valmor Ferneda e Angela Clementina Ferneda. Atualmente está cursando o terceiro ano do ensino médio. O que Jeniffer mais gosta no município é o seu povo acolhedor.

Julia Eduarda Florêncio de Moraes, 18 anos, natural de Ronda Alta, é filha de Edison Rodrigo Moraes e Elizandra Florêncio. Estuda Direito na Unochapecó,

Participar do concurso, segundo a candidata, primeiramente é a realização de um sonho, na qual terá a oportunidade de agregar conhecimento e experiência que poderão ser levados por toda a vida. E também é gratificante ter a chance de representar o município e poder passar adiante os valores de um povo de muita simplicidade e verdadeira hospitalidade, sabendo ser forte diante, dos desafios diários.

Natália Barbosa, 18 anos, natural de Nonoai, é filha de Luiz Carlos Barbosa e Rosangela da Silveira Barbosa.  Acadêmica de Ciências Contábeis na Unochapecó, Natália afirma que o que mais gosta no município é o povo. “Três Palmeiras é uma cidade de diversas culturas, povo legre, educado e humilde, que está sempre a disposição para ajudar o próximo. Além de ser uma cidade aconchegante, tranquila, boa de se viver, que traz grandes oportunidades de crescimento pessoal e profissional”, comenta Natália.

A candidata Natália também comenta que se sente imensamente alegre em ter a oportunidade de concorrer a representante do município e que sempre sonhou por este momento, pois segundo ela, o objetivo maior do concurso é transmitir a essência do nosso município a população.

Raquel Bento da Silva, 20 anos, natural de Ronda Alta, é filha de Rosicler Bento da Silva. Atualmente estuda técnico em enfermagem na Cesurg. O que mais gosta no município de Três Palmeiras é a sua tranquilidade, a sua calmaria, sem violência.

A candidata Raquel afirma que participar do concurso, reflete o seu desejo de representar a beleza, a história e a cultura de Três Palmeiras. “É gratificante ter a oportunidade de divulgar o município, pois será um orgulho poder dizer que fiz parte disso”, comenta ela.

 

*Estagiária sob a supervisão do jornalista Luidy A. L. Roncalio