Segunda-feira, 18/12/2017. Boa noite. Seja Bem-vindo(a)!

Histórico - Município

De acordo com o histórico de Três Palmeiras / Rio Grande do Sul, em tempos remotos índios habitavam esta terra, a qual era coberta por mato nativo. Na área deste município passavam tropeiros paulistas, que se dirigiam para a região das Missões. É nesse contexto que surgem os primeiros colonizadores, dando início ao povoamento do município, hoje chamado de Três Palmeiras.

O primeiro nome dado ao município foi Colônia do Pito, o qual mais tarde denominou-se Três Palmeiras em função de existir três palmeiras que partiram de um mesmo tronco, no local onde hoje se situa a Rua Treze de Maio, próxima a esquina com a Rua Castelo Branco.

O processo de chegada dos colonizadores teve início por volta do ano de 1912, intensificando-se a partir do ano de 1920, devido ao interesse pelas terras existentes, as quais eram do Estado e de boa fertilidade. As pessoas vinham de municípios vizinhos e dedicavam–se basicamente as atividades agrícolas, com o plantio de feijão, de milho, de arroz, de mandioca, de batata e de fumo. Também se desenvolveu a pecuária como atividade de subsistência. Os primeiros comerciantes chegaram com a produção de cachaça, um moinho movido a água, casa de comércio, uma sapataria e uma casa de pouso que hospedava tropeiros que se deslocavam do centro sul do país. Quanto ao serviço de saúde à comunidade, os primeiros socorros eram realizados pelo Senhor Buris, considerado farmacêutico, ele providenciava a medicação e dava as informações necessárias. As primeiras escolas que surgem na Serrinha e na linha Tabuão e a primeira igreja construída em 1948, a qual recebeu o nome de Imaculado Coração de Maria. As primeiras escolas surgiram na Serrinha e linha Tabuão na época não existiam escolas públicas e poucas pessoas estudavam muitas vezes o professor era pago pelas famílias e lecionava nas casas.

Considerando–se, que o aumento da população da região e a distância que o separava da sede do município, passou a ser distrito de Três Palmeiras em 24 de novembro de 1965, pela lei Municipal nº43, sendo empossado o senhor Olívio Três, para o cargo de subprefeito. Em 1967, chega o primeiro meio de comunicação, dois telefones de manivela que servia para toda a população.

Com o aumento da população surge a necessidade de emancipação, em 20 de novembro de 1985 elege-se uma comissão emancipadora do futuro município. Após várias lutas e plebiscitos, cria-se em 12 de maio de 1988 o município de Três Palmeiras, pela lei 8.631, desmembrando–se de Ronda Alta.

Aspectos Sócio-Econômicos de Três Palmeiras 

A população do município de Três Palmeiras é aproximadamente 4.381 habitantes sendo que 1865 são do sexo masculino e 2516 do sexo feminino. Do total da população residente do município 1900 habitantes residem na zona urbana e 2481 habitantes vivem na zona rural.

No Município de Três Palmeiras predomina o minifúndio, com grandes produção agrícola, tendo o soja, o trigo e o milho como os principais produtos cultivados, sendo significativo também o cultivo da fruticultura: laranja e videiras. Além disso, podemos destacar as culturas de feijão, cevada e fumo.

A suinocultura e a pecuária também participam significativamente da economia de Três Palmeiras.

REGIÃO VITIVINÍCOLA DE TRÊS PALMEIRAS-RS. 

Três Palmeiras, região do Alto Uruguai, norte do Rio Grande do Sul, a mais nova região produtora de uvas finas do Brasil.
Neste município foram instalados 20 hectares de vinhedos no ano de 2003, após vários estudos de solo, clima e a cepa ideal para cultivo neste ambiente. Nesta pequena região, conseguimos expressar o verdadeiro terroir, ou seja, a combinação ideal entre solo, clima, variedade de uva e o homem.
Três Palmeiras localiza-se a uma latitude 27º36'53" Sul e a uma longitude 52º50'37" Oeste, estando a uma altitude de 660 metros.
Município com 5.000 habitantes.
Base econômica baseada na cultura de grãos: soja, trigo e milho.